Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Banda Sinfônica Jovem do Estado abre temporada em abril

28 de março de 2017

Com repertório que mistura clássico e popular, grupo estreia em 2017 nos dias 1º e 2 de abril, em Americana e no MASP Auditório, na capital, respectivamente

A Banda Sinfônica Jovem do Estado, ligada à EMESP Tom Jobim – Escola do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria de Estado da Cultura, gerida pela organização social Santa Marcelina Cultura – dá início à mais uma temporada no primeiro fim de semana de abril: no sábado (1), o grupo viaja até Americana, interior do estado, onde se apresenta no Teatro Municipal Lulu Benencase, às 20h, com entrada franca. No domingo (2), o grupo sobe ao palco do MASP Auditório, às 11h, com o mesmo repertório e ingressos até R$ 20.
Sob a regência da maestrina titular e diretora musical Mônica Giardini, a Banda Sinfônica Jovem abre o ano com um repertório eclético, que mistura o moderno ao contemporâneo. São obras originais para a formação de banda, como as peças Lincolnshire Posy, do compositor australiano Percy Aldridge e Suíte nº 4 para Banda – Sinú, orígenes, do colombiano Victoriano Valencia Rincón, um dos maiores representantes do gênero na América Latina.

A compositora contemporânea Nancy Galbraith é lembrada com Com Brilho ao Redor, uma importante obra de caráter minimalista e melódica. Em seguida, o grupo apresenta Capricho espanhol, de Nikolai Rimsky-Korsakov, peça escrita originalmente para orquestra e adaptada para a formação de banda sinfônica.

Repertório:

PERCY ALDRIDGE GRAINGER
Lincolnshire Posy

VICTORIANO VALENCIA RINCÓN
Suíte nº 4 para banda, Sinú, Orígenes

NANCY GALBRAITH
Com Brilho ao Redor

NIKOLAI RIMSKY-KORSAKOV
Capricho Espanhol

Serviço:

Americana
Data: 1 de abril, sábado
Horário: 20h
Local: Teatro Lulu Benencase
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 696 – Girassol, Americana – SP
Ingressos: Entrada franca
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre
Capacidade: 822 lugares
Acessibilidade: Sim

São Paulo
Data: 2 de abril, domingo
Horário: 11h
Local: Auditório MASP
Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista, São Paulo – SP
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) – vendas pelo site: https://www.ingressorapido.com.br/compra/?id=56634#!/tickets

Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre
Capacidade: 374 lugares
Acessibilidade: Sim

Mônica Giardini – regente titular

Doutora e mestre pela ECA-USP, com formação em piano, e bacharel em violão e pedagogia plena. Estudou regência orquestral e de banda com os maestros Osvaldo Lupi, Willian Nichols, Roberto Farias, Alceo Bocchino, Fábio Mechetti, Roberto Duarte, Aylton Escobar, Eleazar de Carvalho e Juan Serrano, do qual foi assistente na Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo de 1988 a 1990. Recebeu o troféu Mulher em Sol Maior, em 1999, o Prêmio Mulheres no Mercado, em 2004, e o Prêmio Excelência Mulher 2011, concedido pela CIESP. Participou como regente de diversas conferências e congressos de Bandas Sinfônicas no Brasil, África do Sul e Argentina, é regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e atua como clinician (professora e conferencista) do Sopro Novo Bandas, da Yamaha do Brasil, tendo escrito e publicado o Caderno de Regência da coleção deste projeto.

Banda Sinfônica Jovem do Estado

Criatividade e inovação caracterizam a Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. Constituída em 1993, faz parte dos grupos de formação e difusão artística da EMESP Tom Jobim, e equilibra em seus programas o repertório tradicional de banda sinfônica com arranjos de peças eruditas, composições populares e concertos temáticos. Com uma proposta que proporciona vivência pedagógica e prática artística versátil aos bolsistas, a Banda os prepara para a rotina profissional, por meio de ensaios intensivos e concertos de grande apelo popular.
Sua diversidade sonora, que transita entre o tradicional e o contemporâneo, é exemplo de sucesso de público em cada palco em que se apresenta, tanto na cidade de São Paulo quanto no interior do Estado. Além da convivência com renomados músicos brasileiros, a Banda Sinfônica Jovem possibilita intercâmbio internacional aos bolsistas, que tem a oportunidade de conhecer, aprender e dividir o palco com maestros e solistas de outros países.