Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Banda Sinfônica Jovem recebe a violinista Betina Stegmann para abertura da temporada

14 de março de 2016

A Banda Sinfônica Jovem do Estado, ligada à EMESP Tom Jobim – escola do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado, gerida pela organização social Santa Marcelina Cultura – faz seu concerto de estreia em 2016 no próximo sábado, 19 de março, às 16h, no Auditório MASP Unilever, que fica na Avenida Paulista.

 

Sob a regência da maestrina titular e diretora musical Mônica Giardini, a Banda Sinfônica recebe a violinista argentina Betina Stegmann para solar em Violina – Concerto para Violino e Sopros, do húngaro Frigyes Hidas. O programa também traz Danças do Balé Estancia, do compositor argentino Alberto Ginastera e Sheherazade, do russo Nikolai Rimski-Korsakov. Os ingressos custam R$ 20 (inteira).

 

Programa:

Alberto Ginastera – Danças do Balé Estancia

Frigyes Hidas – Violina – Concerto para Violino e Sopros

Nikolai Rimski-Korsakov – Sheherazade

 

Serviço:

Data: 19 de março, sábado

Horário: 16h

Local: Auditório MASP Unilever 

Endereço: Avenida Paulista, 1578 – Cerqueira César, São Paulo – SP

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

 

Mônica Giardini – regente titular e diretora musical

Doutora e mestre pela ECA-USP, com formação em piano, e bacharel em Violão e Pedagogia Plena. Estudou regência orquestral e de Banda com os maestros Osvaldo Lupi, Willian Nichols, Roberto Farias, Alceo Bocchino, Fábio Mechetti, Roberto Duarte, Aylton Escobar, Eleazar de Carvalho e Juan Serrano do qual foi assistente na Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo de 1988 a 1990. Recebeu o troféu Mulher em Sol Maior, em 1999, o Prêmio Mulheres no Mercado, em 2004, e o Prêmio Excelência Mulher 2011 concedido pela CIESP. Participou como regente de diversas conferências e congressos de Bandas Sinfônicas no Brasil, África do Sul e Argentina, é regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, regente adjunta e assistente de direção artística da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, e atua como clinician (professora e conferencista) do Sopro Novo Bandas, da Yamaha do Brasil, tendo escrito e publicado o Caderno de Regência da coleção deste projeto.

 

Betina Stegmann – violino

Nasceu em Buenos Aires e iniciou seus estudos de violino em São Paulo com Lola Benda. Formada pela Escola Superior de Música de Colônia, onde cursou a classe de violino de Igor Ozim e a classe de música de câmara do Quarteto Amadeus. Seguiu logo após para Tel Aviv – Israel e aperfeiçoou-se com Chaim Taub. Mais tarde, frequentou cursos ministrados por Pinchas Zukerman e Max Rostal. Como solista apresentou-se em várias cidades do Brasil, Argentina, Itália, Alemanha, Estados Unidos e Bélgica. Realizou gravações nas rádios WDR (Alemanha) e na RAI – Trieste (Itália), estreando obras de compositores contemporâneos. Participou de vários festivais no Brasil e exterior. Atualmente é 1° violino do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo e professora da Faculdade Cantareira.

 

Banda Sinfônica Jovem do Estado

A Banda Sinfônica Jovem do Estado foi criada em 1993, sob a regência de Mônica Giardini. Em mais de 20 anos de atividades, tem executado composições originais para Banda Sinfônica, arranjos de autores consagrados da música erudita e obras do repertório popular. Formado por alunos da Escola de Música do Estado de São Paulo– Tom Jobim (EMESP Tom Jobim), o grupo participa de importantes eventos na capital e no interior do Estado, com atuações em óperas, poemas sinfônicos e em obras como a primeira audição da ópera Treemonisha, de Scott Joplin, e Paulistana – Retrato de uma Cidade, de Billy Blanco. Entre os convidados que recebe, estão artistas como o maestro húngaro Laszlo Marosi e solistas como Hector Costita, Raul de Souza, Isaías e seus Chorões e Naná Vasconcelos. A Banda é um dos grupos de difusão e formação musical da EMESP Tom Jobim, escola do Governo de São Paulo administrada pela Santa Marcelina Cultura.