Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Orquestra Jovem Tom Jobim apresenta grandes clássicos do choro em Jundiaí e Santos

07 de junho de 2016

Em concerto temático, grupo de bolsistas da Escola de Música do Estado de São Paulo toca músicas de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Paulinho da Viola, Tom Jobim e tantos outros compositores, no Sesc Santos

 
Crédito da foto: Adriana Elias

Neste final de semana, a Orquestra Jovem Tom Jobim apresenta seu segundo programa da temporada com um
repertório todo dedicado a este gênero da música popular e instrumental brasileira surgido em meados do século XIX que é o choro. Sob a regência do maestro convidado Nelson Ayres – criador do quinteto Pau Brasil e integrante do conselho artístico da Orquestra Tom Jobim –, o grupo recebe também o clarinetista Alexandre Ribeiro, considerado um dos grandes nomes brasileiros no instrumento. As apresentações acontecem no dia 11 de junho, às 20h30, no Teatro Polytheama de Jundiaí e no dia 12 de junho, às 18h, no Sesc Santos.

No concerto Tom Jobim visita o choro – ontem e hoje, o grupo formado por 42 bolsistas da Emesp Tom Jobim – escola do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado, gerida pela organização social Santa Marcelina Cultura – faz uma releitura de grandes clássicos de Paulinho da Viola (Choro Negro), Pixinguinha (Um A Zero), Jacob do Bandolim (Noites Cariocas) e Moacir Santos (Coisa Nº 10), com arranjos elaborados especialmente para essas apresentações e por nomes importantes, como Sivuca, Nailor Proveta, Cyro Pereira, Tiago Costa e o próprio maestro Nelson Ayres.

Obras de Tom Jobim (Falando De Amor), Luperce Miranda (Quando Me Lembro), Raul de Barros (Na Glória) e de outros nomes que contribuíram para a história do choro brasileiro também estão no repertório. Para interpretar essas e outras canções, participam mais dez músicos, entre violino, clarinete, flauta e trombone, convidados a integrar a orquestra neste programa.

Em seu segundo ano após reestruturação e criação de um conselho artístico, a Orquestra Jovem Tom Jobim segue sua nova proposta artística-pedagógica, que visa o contato direto dos bolsistas que integram o grupo com a rica sonoridade da música brasileira e a sua pluralidade de estilos e gravações que marcaram época, mas também em homenagear discos históricos da música popular brasileira. No concerto de abertura da temporada, em abril, o repertório foi todo dedicado ao antológico disco duplo Clube da Esquina, lançado em 1972 por Milton Nascimento, Lô Borges e companhia.

Criada em 2001 com o objetivo de resgatar canções tradicionais de grandes compositores, dedicando-se especialmente à pesquisa e experimentação musical, a Orquestra Jovem Tom Jobim volta a se apresentar em setembro e outubro, com quatro concertos na capital paulista.

 

Repertório:

POT-POURRIO Fino Do Choro (Arranjo. Cyro Pereira | Adaptação. Fábio Prado)

ÂNGELO URSINIFesta Da Lia (Arr. Ângelo Ursini)
PATÁPIO SILVA
Primeiro Amor (Arr. Edmundo Villani-Côrtes) – participações: Luciana Campanha Pozatto e Gabriel Oliveira Potel (flautas)
ANTONIO CARLOS JOBIMFalando De Amor (Arr. Mateus Freire) – participações: Thiago Brisolla e Jônatas de Oliveira Nunes (violinos)
RAUL DE BARROS
Na Glória (Arr. Nelson Ayres) – participações: Valber de Oliveira Santos, Welbert Miranda Dias e Rafael da Silva Oliveira (trombones)
JACOB DO BANDOLIM
Noites Cariocas (Arr. Tiago Costa)
PAULINHO DA VIOLA
Choro Negro (Arr. Nelson Ayres) – participações: André Fajersztajn de Almeida e Luis Gustavo de Barros Ananias (clarinetes)
MOACIR SANTOS
Coisa Nº 10 (Arr. Tiago Costa)
PIXINGUINHA
Um A Zero (Arr. Nailor Proveta)
LUPERCE MIRANDA
Quando Me Lembro (Arranjo. Sivuca | Adaptação. Fábio Prado)

SEVERINO ARAÚJOEspinha De Bacalhau (Arr. Nelson Ayres)

 

Serviço:

Data: 11 de junho, sábado
Horário: 20h30
Local: Teatro Polytheama
Endereço: Rua Barão de Jundiaí, 176, Centro, Jundiaí – SP
Ingressos: R$ 10,00
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre

Data: 12 de junho, domingo
Horário: 18h
Local: Sesc Santos
Endereço: Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida – Santos
Ingressos: R$17 (inteira), R$8,50 (meia) e R$5 (credencial plena) 
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre
Acessibilidade: sim

 

Nelson Ayres – regente convidado

Pianista, arranjador e compositor Nelson Ayres iniciou sua carreira na década de 60, dividindo o palco com Taiguara, Toquinho e Chico Buarque. Com uma bolsa de estudos, tornou-se o primeiro aluno brasileiro a cursar o Berklee College of Music. Em 1978, criou o quinteto Pau Brasil e, em 1984, estrelou o espetáculo Prisma com César Camargo Mariano. Conhecido por sua atuação como regente e diretor artístico da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, regeu inúmeras orquestras no Brasil e no exterior, incluindo a Orquestra Filarmônica de Israel. Foi ainda apresentador do programa Jazz & Cia, da TV Cultura e presidente do Júri do Prêmio Visa de Música Brasileira. Em 2004 lançou o CD Perto do Coração e, em 2011, Paixão.

 

Alexandre Ribeiro – clarinete
Herdeiro de grandes nomes do clarinete brasileiro, a soma da técnica apurada com amplo conhecimento rítmico resulta em uma linguagem muito específica desse grande músico. Compartilhou sua música com grandes artistas nacionais e internacionais e em diferentes palcos por todo o mundo. Seus trabalhos de maior destaque são Alexandre Ribeiro Quarteto, projeto Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, Quarteto Roda de Choro, duo Alexandre Ribeiro e Alessandro Penezzi e Alexandre Ribeiro Solo.

 

Orquestra Jovem Tom Jobim
A Orquestra Jovem Tom Jobim foi criada em 2001 durante o Festival de Inverno de Campos do Jordão. O Grupo tem como objetivo o resgate de obras tradicionais de grandes compositores brasileiros, com especial dedicação à obra de Tom Jobim e à pesquisa e experimentação musical. Sua formação alia as sonoridades e a expressividade da orquestra sinfônica (cordas, madeiras e metais) com a força e o balanço da seção rítmica (piano, contrabaixo elétrico, guitarra, bateria e percussão), proporcionando-lhe uma enorme versatilidade estética. Durante esses anos, a Orquestra se apresentou com frequência com artistas de diferentes estilos da MPB e regentes convidados, entre os quais estão Lutero Rodrigues, Gil Jardim, Elza Soares, Rosa Passos, Mônica Salmaso, Chico Pinheiro, Quinteto em Branco e Preto, Germano Mathias, Dominguinhos, Hermeto Pascoal, Alaíde Costa, Nelson Ayres, Léa Freire, Arismar do Espírito Santo, Arrigo Barnabé e Zimbo Trio. A Orquestra Jovem Tom Jobim é um dos grupos de difusão e formação musical da EMESP Tom Jobim, escola do Governo do Estado de São Paulo administrada pela Santa Marcelina Cultura.