Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Bolsistas do Coral Jovem do Estado são aprovados em coros profissionais

10 de dezembro de 2014

O ano de 2014 está terminando de forma especial para três bolsistas do Coral Jovem do Estado. O tenor Jabez Ramos Lima e a soprano Marina da Silva Pereira foram aprovados no Coro da Osesp. Já o tenor Marcus Vinicius Loureiro integrará o Coral Paulistano Mário de Andrade a partir de 2015.

 

Da esq. para direita: Marina da Silva Pereira, Jabez Ramos Lima e Marcus Vinicius Loureiro 

 

“O Coral Paulistano vai enriquecer muito a minha carreira, pois me dará a possibilidade de ter uma experiência profissional plena. O Paulistano trabalha com repertórios variados, de diversas épocas. É possível ter a vivência de cantar em diferentes estilos e épocas, com várias interpretações. A temporada contempla também maestros convidados em determinados repertórios”, conta Marcus.

Bolsista do Coral Jovem desde 2012, o tenor, de 21 anos, destaca o aprendizado que adquiriu na EMESP Tom Jobim. “A EMESP contribuiu para eu ter uma formação mais completa, as aulas de solfejo foram bem importantes. A leitura à primeira vista é muito exigida nos testes e para cantores de coros profissionais”, afirma.

A soprano Marina da Silva Pereira, bolsista do Coral Jovem do Estado desde 2013, integrará o Coro da Osesp a partir de fevereiro de 2015. A jovem, de 26 anos, conta que se programou para conseguir ingressar em um coro profissional. “Será um grande passo para minha carreira. Comecei a planejar isso há alguns anos, quando resolvi largar o trabalho que tinha para ir em busca do meu sonho. Agradeço muito o apoio de minha família e a base que a EMESP me deu para trilhar meu caminho”, diz.

Também aprovado no Coro da Osesp, o tenor Jabez Ramos Lima, de 21 anos, revela que está vivendo o melhor momento de sua vida artística. “A ficha está caindo aos poucos. Crescer é meu único objetivo. A EMESP deu a base que eu precisava. Tive aulas com grandes professores, como violista e, recentemente, como aluno de canto barroco com a professora Marília Vargas no Núcleo de Música Antiga”, conta.

Criado em 1979, o Coral Jovem do Estado tem como finalidade principal contribuir para a educação e desenvolvimento de seus integrantes, aprimorando seu nível técnico e artístico para que se tornem os futuros profissionais da área.

 

por Marcus Vinicius Magalhães