Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Professor da EMESP lança composição em festival na França

03 de outubro de 2016

Rodrigo Lima, professor de composição, análise e escritura na EMESP Tom Jobim, realizará, em outubro, o lançamento mundial de sua obra Txury-ò no Festival International Des Arts de Bordeaux na França. 

"A obra  Txury-ò significa Caminho por onde vai o sol em Karajá. O estímulo para a criação da música teve como ponto de partida a visão cosmológica do índios Karajá", conta o compositor. 

"Sem pretensões de ser uma música descritiva, a obra nasce a partir do confronto entre o mundo da criação contemporânea e o imaginário sugerido em cada um dos três mundos da cosmologia Karajá. Lévi-Strauss nos diz que toda mensagem é interpretável com base num código e todo código é transformável em outro. Neste sentido, passei a conceber a música como um afeto (affectus), um processo de criação que se move na medida em que o incompreensível da cultura Karajá potencializa a imaginação por lugares até então desconhecidos", revela.

Esse confronto guiou uma narrativa por três ‘mundos sonoros’ que se entrelaçam numa espiral:

1. “Txury-ò”, “caminho por onde vai o sol”, o mundo subaquático dos ancestrais.

2. “Ijasò-wi”, cantos e rituais de dança.

3. Ritual fúnebre, o “Ibru”. O “Ibru” é uma espécie de canto de lamentação, ou choro, que as índias Karajá realizam por ocasião de morte de familiares ou amigos.

"A peça foi encomendada especialmente para o festival pelo grupo Francês Proxima Centauri. Esse grupo é de Bordeaux. Eu os conheci no ano passado, durante outra estreia no 17th World Saxophone Congress & Festival em Strasbourg", completa. 

Para saber mais informações sobre o festival, acesse o site: http://fab.festivalbordeaux.com/ 

Clique aqui e confira o currículo do professor Rodrigo Lima.

 

por Marcus Vinicius Magalhães