Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Grupos Infantis e Juvenis iniciam a preparação para a temporada 2016

08 de março de 2016

 Este ano os Grupos Infantis e Juvenis começam a temporada de concertos em junho, com convidados especiais. Ao todo, as dez formações realizarão 60 apresentações em importantes espaços culturais como o Auditório MASP Unilever, Museu da Casa Brasileira, Pinacoteca, Teatro Hebraica, entre outros

No último dia 20 de fevereiro, foi dada a largada para o início da temporada 2016 dos Grupos Infantis e Juvenis do Guri. Quem teve a oportunidade de acompanhar a primeira atividade da temporada dos Grupos Infantis e Juvenis, na Sala São Paulo, pode ter uma ideia de como serão os ensaios e as apresentações durante o ano. 

A transversalidade entre os grupos é um dos destaques da temporada. A Orquestra de Cordas Infanto-Juvenil, mais uma vez sob a regência do francês Thibault Delor, se apresenta com o Coral Juvenil, sob o comando de Leandro Souza. No mês de julho, Regional de Choro, guiado por Jorge Elias, Big Band, com direção de Gilberto Pinto e a Orquestra Jovem Tom Jobim, receberão o pianista, compositor e arranjador, André Marques.  Já o Coral Infantil, o Coral de Familiares e a Banda Sinfônica Infanto-Juvenil, com regência de Ana Yara Campos, Giuliana Frozoni e Érika Hindrikson, respectivamente, se reúnem em outubro, para uma comemoração especial no mês das crianças. 

  

Durante o ano, consagrados nomes do cenário musical dividirão o palco com nossos alunos. Entre os convidados estão, o jovem maestro venezuelano Diego Gusmán, Diana White, Mônica Giardini, Marcos Sadao Shirakawa, Thiago Pinheiro e Marília Vargas. 

Os Grupos Infantis e Juvenis se desenvolvem de forma aprofundada na linguagem musical específica de cada grupo, com um aprendizado diferenciado, focado no desenvolvimento artístico e pedagógico. São dez grupos, sendo sete formações instrumentais e três vocais. Ao todo são 390 alunos selecionados de todos os polos do Programa. “Para nós, a Orquestra Sinfônica, é tão importante quanto o Regional de Choro ou os Corais. Os Grupos Infantis e Juvenis do Guri têm como função primordial, oportunizar as possibilidades do fazer musical para um aluno de música. É um papel de bastante destaque no processo de formação, principalmente, de adolescente e crianças, que são nosso público”, explica Ricardo Appezzato, coordenador artístico-pedagógico do Guri. 

Com repertório russo, Rimsky Korsakov (Mlada: Procession of Nobles), Igor Stravinsky (Suites 1 e 2 For Small Orchestra) e Aram Khachaturian (Masquerade) a Orquestra Sinfônica, abre a temporada de concertos, dia 4 de junho, sob regência de Simone Menezes. Na semana seguinte, dia 11, é a vez das Bandas Sinfônicas Infanto e Juvenil, sob o comando de Érika Hindrikson e Marcos Sadao Shirakawa. A Camerata de Violões, sob regência de Pietro Carlo Corrêa, vem com um repertório bem diversificado, com obras de Pixinguinha, Heitor Villa-Lobos, Carlos Gardel e Leo Brouwer, para se apresentar no dia 18. 

Larissa Hessel Machado, 17 anos, do Polo CEU Cidade Dutra, que participa pelo segundo ano dos Grupos Infantis e Juvenis do Guri, atualmente na Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil, confessa que estava sentindo falta das atividades. “Estava com muita saudade dos ensaios, realmente fazem muita falta. Não tive tanto tempo para descansar nas férias, por conta dos vestibulares e processos seletivos de música, mas não considero ensaiar uma obrigação ou algo estressante, me faz muito bem”, conta. 

 

Já Claudio Távora Silva, um dos novatos da Banda Sinfônica Juvenil, de 17 anos, do Polo CCA Itaquera, acabou se apaixonando pela música, e terá sua primeira experiência em concertos. “Estou muito grato por esta oportunidade. Mal posso esperar para as primeiras apresentações”, revela. 

Alessandra Wingter, 22 anos, do Polo CEU Veredas, do Coral Juvenil, encontrou no Programa seu caminho profissional. “O Guri é mais que um simples programa que ensina música. Me deu um direcionamento, tive a oportunidade de aprender tanto aspectos profissionais quanto pessoais. Hoje, estou na EMESP Tom Jobim, estudando canto erudito e composição e na Escola Municipal de Música, estudando harpa sinfônica. Creio que se não fosse o Guri não chegaria onde estou”, comenta. 

Os Grupos Infantis e Juvenis têm o patrocínio do grupo Verzani & Sandrini, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura. Trata-se de uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado, gerida pela organização social Santa Marcelina Cultura.

 

 Confira mais fotos do evento aqui.
Fotos: Roberta Borges