Santa Marcelina Cultura

MENU

Recital Quarteto para o fim dos tempos

No dia 23 de agosto, às 16h30, o Quarteto para o fim dos tempos (Karin Fernandes, piano/ Luca Raele, clarinete/ Amanda Martins, violino/ Adriana Holtz, violoncelo) apresenta recital no Auditório Zequinha de Abreu. A obra a ser apresentada é um marco na composição do século XX. Peça de grande dificuldade técnica e musical também possui uma apelação emocional tremenda, dado o fato de que foi composta em meio à tragédia de uma das guerras mundiais. A atração faz parte da programação da III Semana do Piano EMESP.

Karin Fernandes é pianista premiada em 1º lugar em 21 concursos de piano no Brasil, foi a primeira colocada em 1999 no importante e disputado X Prêmio Eldorado de Música. Em 2019, o terceiro CD de seu trio foi escolhido como CD do ano pelo Prêmio Concerto na votação do público. Em abril de 2017 foi premiada como Melhor Instrumentista Erudita no Prêmio Profissionais da Música. Em 2016 teve seu CD Seresta, Choro e Homenagem a Fructuoso Vianna, com peças de Camargo Guarnieri para piano e orquestra, finalista como Melhor Álbum Erudito de 2015 no disputadíssimo 27º Prêmio da Música Brasileira. Em 2015, seu CD Cria – nova música brasileira para piano, vol.I, recebeu o Prêmio Concerto como Melhor CD do Ano.

Luca Raele é clarinetista, pianista, arranjador e compositor tanto na área popular como na erudita. Nascido em São Paulo, formou-se na classe do professor Leonardo Righi, pelo Departamento de Música da ECA-USP. Entre 1990 e 1995 integrou a Orquestra Sinfônica Municipal e a Jazz Sinfônica. Desde 1987 participa do grupo Nouvelle Cuisine (prêmios Sharp e APCA), e desde 1991 do conjunto de clarinetas ‘Sujeito a Guincho’ (Prêmio Eldorado de Música e Sharp). Com o ‘Sujeito a Guincho’ obteve reconhecimento internacional, principal.

Amanda Martins iniciou seus estudos de violino aos 12 anos de idade nos Estados Unidos. Ao regressar ao Brasil obteve a orientação da professora Elisa Fukuda. Ganhou o 2º lugar no I Concurso Cantareira e juntamente o prêmio de melhor interprete de Mozart. Concluiu seu Bacharelado em Salzburg, Áustria, na Mozarteum Universität com a orientação da violinista Klara Flieder. Teve participação junto à Camerata Salzburg onde participou de varias turnês tocando nas principais salas de concertos. Atuou durante 2 anos como violinista categoria solista B da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo e atualmente é violinista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP).

Adriana Holtz possui graduação em Licenciatura em Ed. Artistica com Hab. em Música pela Universidade de São Paulo (1992). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Instrumentação Musical. Violoncelista da Osesp desde 1997, Adriana Holtz é natural de Sorocaba e iniciou seus estudos musicais ao piano com 7 anos, formando-se no Conservatório Musical Villa Lobos, em Osasco. Estudou violoncelo com Robert Suetholz, Roman Mekinulov, Zigmund Kubala e Antonio Lauro Del Claro . Foi primeiro violoncelo da Orquestra Experimental de Repertório e integrou a Orquestra Jazz Sinfônica, a Camerata Fukuda, o grupo Cello em Sampa e a Orquestra de Câmara Villa-Lobos. Lecionou na Universidade Livre de Música e na Fundação das Artes de São Caetano do Sul e no Conservatório Dramático Musical. Atualmente, desenvolve trabalho camerístico com o violinista Luiz Amato, o grupo Quintal Brasileiro, o Duo Imaginário e o Trio Puelli.

Repertório

Olivier Messiaen
Quatuor pour la fin du temps

Data: 23/08/2019

Horário: 16:30

Local: Auditório Zequinha de Abreu – EMESP Tom Jobim

Largo General Osório, 147, Luz, São Paulo – SP

Entrada: Franca