Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Guris expandem conhecimentos na primeira edição do World Voice Brasil

30 de abril de 2015

De 23 de março a 2 de abril aconteceu em São Paulo (SP) a primeira edição do programa World Voice Brasil em parceria com o Guri, e com a Secretaria Municipal de Educação. Desenvolvido pelo British Council em diversos países, o programa promove a troca cultural através da música. 

O projeto envolve professores de canto altamente qualificados, que trabalham com professores e alunos da rede pública, oferecendo técnicas que levam o canto e a musicalização para as escolas, contribuindo para a aprendizagem, socialização e empoderamento da criança e do jovem. A ação prevê ainda o treinamento de multiplicadores (Master Trainers), que podem replicar a metodologia para outros países e cidades. 

No Brasil, as atividades foram conduzidas pela professora britânica, Sharon Durant, que realizou workshops no Centro Educacional Unificado (CEU) Caminho do Mar, com crianças do 2º e 4º anos do Ensino Fundamental e com professores da Educação Infantil e Fundamental, da Rede Municipal de Ensino. 

A formação de multiplicadores (Master Trainers), que aconteceu simultaneamente, foi realizada em parceria com o Guri. Ao longo de duas semanas, quatro professores – Luciana Elisa Hoerner, Valéria Zeidan Rodrigues, Lidiana Mincov Elbert e Alexandre de Oliveira Leite – participaram e ajudaram na condução dos workshops do World Voice com as crianças e os professores. E, quatro integrantes do Coral Juvenil, dos Grupos Infantis e Juvenis, foram convidados para participar do projeto como Young Leaders – João Júnior, Daniele de Almeida, Vanessa Albino e Lucas Borges. 

Para Paulo Bezulle, supervisor pedagógico do Guri, a proposta para o World Voice Brasil foi inovadora, que incentiva o professor a utilizar o canto como ferramenta pedagógica. 

Daniele de Almeida, uma das alunas convidadas, que pretende trabalhar na área acadêmica, elenca as capacitações como pontos altos no programa. “Essa experiência me ajudou muito porque ainda não tenho uma postura de professor, visto que ainda estou em período de formação. No entanto, o carinho das crianças me marcou bastante, apesar de gostar da faixa etária com a qual trabalhei (2º e 4º ano do Ensino Fundamental) gostaria de trabalhar com adolescentes, o tipo de criatividade é diferente, imagino que seria uma experiência e tanto”. 

Lidiana Mincov, supervisora pedagógica do Guri, evidencia que foi uma grande oportunidade para os professores vivenciar a experiência da música e do canto. “A educação musical ficou fora do currículo escolar, e consequentemente dos cursos de formação de professores por muitos anos. É muito importante que os professores possam redescobrir a música e receber subsídios para que possam aproveitá-la no contexto escolar.

Para fazer parte do programa mundial, duas canções tradicionais brasileiras foram escolhidas: Peixe Vivo e Roda Pião.