Santa Marcelina Cultura

MENU

Mesa redonda Curadoria Musical

No dia 15 de outubro, às 15h, acontece uma mesa redonda sobre Curadoria Musical no Auditório Zequinha de Abreu. Sob mediação de Paulo Braga, pianista e coordenador pedagógico da Emesp, participam da atividade Luiza Morandini, Éser Menezes e Rubens Amato, programadores de importantes espaços e festivais na música erudita e popular. Os participantes vão debater com a comunidade a importância da curadoria musical para a criação e desenvolvimento de projetos.

Luiza Morandini
Programadora, curadora e produtora da JazzNosFundos Produções, Luiza Morandini tem mais de 12 anos de experiência na área cultural, com foco na cena independente de música instrumental, jazz e música do mundo. Ao lado de Máximo Levy, sócio-fundador do JazzNosFundos, dirige a produtora responsável pela programação do JazzNosFundos/CCMI e do JazzB, duas dentre as mais relevantes casas de shows de jazz do Brasil. Desenvolvem também projetos como o Vá de Jazz – Bloco de Carnaval e Palco Móvel, o selo Live@JazzNosFundos e o Festival JazzTempo e são responsáveis pela curadoria de festivais como o FAM Festival (Scheeeins!).

Luiza é também curadora musical da Rede Manual que realiza programação do Mercado Manual. Foi júri da Feira JazzAhead! 2019 (Overseas Night / Alemanha 2019), do CCBC JazzFest (2018) e do Edital Terça Brasileira (Fundação Cultural de Curitiba, 2014). Atuou como produtora associada do British Council no programa “World Voice”. Foi produtora e curadora assistente do pianista Benjamim Taubkin em projetos como a Casa do Núcleo e “Europalia.Brasil” (Bélgica, 2011). Coordenou o Pontão de Cultura do Kaos, projeto liderado por Jorge Mautner e Nelson Jacobina. Residiu em Londres por dois anos, onde atuou como Arts & Culture Officer na Canning House e realizou uma série de shows. Coordenou também pesquisas sobre o mercado da música no Brasil para consultoria internacional, Sound Diplomacy.

Éser Menezes
Músico e empresário no setor de ópera e música erudita. Atualmente é o diretor artístico da ArteMatriz Soluções Culturais e da BossaWay Live Music. Foi diretor artístico do Instituto Baía dos Vermelhos, onde ainda colabora como curador e assessor de produção do Festival Vermelhos – Música e Artes Cênicas. É também diretor artístico do evento Ciclovia Musical – Cultura, Lazer, Saúde e Meio Ambiente.

Dirigiu projetos como Oferenda Musical – Festival Internacional de Música de Câmara de São Paulo, BOA (Primeira Bienal de Ópera Atual do Rio de Janeiro) e produções de ópera para o Theatro Municipal de São Paulo e Palácio das Artes de Belo Horizonte. Durante 13 anos foi oboísta-solista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Foi músico também da OSUSP e da OSESP.

Sua formação musical inclui piano, oboé e regência orquestral. É pós-graduado em oboé pela Staatliche Musikhochschule Stuttgart, Alemanha, e Licenciado em Música pela Escola Superior de Música e Belas Artes do Paraná, Curitiba.

Rubens Amato
Rubens Amato é co-fundador da Casa de Francisca, casa de shows referência na cidade de São Paulo, onde exerce função de diretor, curador musical e programador visual. É também curador e diretor artístico responsável pelas quatro edições do “El Grand Concerto”, festival com cerca de oitenta artistas envolvidos, sendo a última edição com público superior a 20 mil pessoas. Já produziu cerca de três mil shows com os principais nomes da música contemporânea do país. Rubens produziu e dirigiu os DVD’s de Arrigo Barnabé sobre o universo de Lupicínio Rodrigues e da cantora e atriz portuguesa Maria de Medeiros, ambos pelo Canal Brasil. Como diretor de arte foi responsável por cerca de 30 publicações editoriais, além de diversos projetos gráficos para trabalhos musicais de artistas como Juçara Marçal, Nelson Ayres, Arrigo Barnabé e Tetê Espíndola.

Data: 15/10/2019

Horário: 15:00

Local: Auditório Zequinha de Abreu – EMESP Tom Jobim

Largo General Osório, 147, Luz, São Paulo – SP

Entrada: Franca