Santa Marcelina Cultura

MENU

Tom Jobim e Zélia Duncan visitam Gilberto Gil

Em agosto, a Orquestra Jovem Tom Jobim apresenta programa inédito dedicado a um dos artistas mais admirados da música popular brasileira: Gilberto Gil. Na voz de Zélia Duncan, que divide o palco com a Orquestra, clássicos de Gil como Palco, Drão, Estrela e Expresso 2222. Os arranjos foram criados pelos músicos Tiago Costa e Nelson Ayres, regentes da Orquestra, e também por Jaques Morelembaum, Rogerio Duprat, Paulo Malheiros e Bruno Santos.

A Orquestra realizará duas apresentações: no Theatro São Pedro, no dia 23 de agosto, às 20h; e no Parque Ibirapuera, no 25 de agosto, às 16h, durante a Virada Sustentável.

Orquestra Jovem Tom Jobim

Dedicada especialmente à música popular brasileira orquestral, a Orquestra Jovem Tom Jobim tem uma sonoridade particular. Ao mesmo tempo em que se insere na tradição das orquestras de rádio e TV, também tem características muito peculiares e recentes. Além do jogo de cintura e polivalência dos grupos de antigamente, a Tom Jobim tem uma face contemporânea, fruto de um repertório formado majoritariamente por arranjos concebidos especialmente para o grupo.

No palco, alia-se a potência e expressividade de uma orquestra sinfônica (com naipes de cordas, madeiras e metais), à força e energia da seção rítmica (piano, contrabaixo elétrico, guitarra, bateria e percussão). Dessa união, carregada de vitalidade, resulta um som distinto, uma pronúncia tipicamente brasileira da música de concerto.
Criado em 2001, durante o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o grupo de difusão e formação musical da EMESP Tom Jobim possibilita vivência orquestral erudita e popular aos bolsistas, por meio do resgate de obras tradicionais de grandes compositores nacionais, com especial dedicação à obra de Tom Jobim, além de pesquisa e experimentação musical.

Toda sua programação, da escolha de repertório à dinâmica de ensaios, é realizada pensando na formação dos bolsistas. Os jovens músicos ensaiam e se apresentam com os solistas convidados, e usufruem de um rico intercâmbio de conhecimentos e vivências. A experiência completa – ensaios de alta intensidade, aulas com convidados que são referência em sua área, e exploração de um repertório versátil e inovador – proporcionam aos jovens músicos não apenas um aprimoramento técnico e estilístico, mas um conhecimento profundo do fazer musical.

Repertório

GILBERTO GIL
Abertura Instrumental (Refazenda e Aquele Abraço)
Suite Gil (Arr. Tiago Costa)

DOMINGUINHOS / GILBERTO GIL
Lamento Sertanejo (Adap. Tiago Costa)

GILBERTO GIL
Meio de Campo (Arr. Nelson Ayres)
Esotérico (Arr. Nelson Ayres)
Palco (Arr. Bruno Santos)
Drão (Arr. Paulo Malheiros)
Expresso 222 (Arr. Tiago Costa)

DOMINGUINHOS / GILBERTO GIL
Tenho Sede (Arr. Ruriá Duprat)

GILBERTO GIL
Estrela (Arr. Jacques Morelembaum)
Tempo Rei – (Arr. Nelson Ayres)

TANITA TIKARAN / ZÉLIA DUNCAN
Catedral (Arr. Nelson Ayres)

NELSON AYRES
Chiquito no Frevo

Sobre o(a) regente

Nelson Ayres e Tiago Costa, regência

Sobre o(a) solista

Zélia Duncan, voz

Data: 25/08/2019

Horário: 16:00

Local: Parque Ibirapuera

Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo/SP

Entrada: Franca