Santa Marcelina Cultura

MENU

Série Lançamentos de CD: Clenice Ortigara/piano, Marília Vargas/soprano e Jairo Wilkens/clarinete

No dia 17 de agosto, às 18h30, acontece o lançamento do CD ‘Viagem Infinita’ e recital com Clenice Ortigara (piano), Marília Vargas (soprano) e Jairo Wilkens (clarinete). A atividade integra a II Semana do Piano EMESP.

Clenice Ortigara, piano 
Concluiu os cursos de Bacharelado em Piano (1997), Licenciatura em Música (1998) ambos na UNESPAR/Campus de Curitiba I – Escola de Música e Belas Artes do Paraná, e Mestrado em Piano Performance, Música de Câmara e Ópera na University of Missouri, nos Estados Unidos (2009). Recebeu orientação pianística das seguintes professoras: Olga Kiun, Leilah Paiva, e Dra. Janice Wenger. Detentora de mais de 20 primeiros prêmios em competições nacionais e internacionais de piano e música de câmara. Destaque para o prêmio de Melhor pianista camerista e acompanhadora (“Achievement Award Outstanding Accomplishments and Dedicated Service in Accompanying – Dept. of Music”) da University of Missouri. Em 2013 lançou o cd “Obras Brasileiras para clarinete e piano” com o clarinetista Jairo Wilkens. Atualmente, ocupa o cargo de pianista correpetidora do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba e de professora concursada da UNESPAR/Campus de Curitiba I – Embap nas áreas de Leitura à Primeira Vista e Música de Câmara.

Marília Vargas, soprano
Paranaense, debutou no Teatro Guaíra, aos 12 anos como o Pastor na ópera Tosca, sob direção do maestro Alceo Bocchino. Estudou com Neyde Thomas, Montserrat Figueras, Christoph Prégardien, Silvana Bartoli e Barbara Bonney. Uma das mais ativas e respeitadas sopranos de sua geração, Marília Vargas divide seu tempo entre concertos, master classes e festivais de música, que a levam regularmente a realizar concertos em importantes teatros, destacando o Theater Basel, Stadt Casino Bern, Tonhalle Zürich, Wiener Konzerthaus, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Sala São Paulo, Arsenal Metz, Theatre Royal Versailles, Berliner Konzerthaus, Auditorium e Liceo de Barcelona, Helsinki Music Centre e National Center of Performing Arts Beijing, em diversos países europeus, América Latina e Ásia. Possui extensa discografia e inúmeras gravações para rádio e TV brasileiras e européias (TV Brasil, TV Cultura, TVE, Arte, Mezzo). Seus dois álbuns solo, Todo amor desta terra e Tempo breve que passaste: Modinhas Brasileiras estão ambos esgotados. Em agosto de 2014 lançou seu mais novo CD: Engenho Novo, ao lado do pianista e compositor André Mehmari. Marília Vargas é também professora de Canto Barroco na Escola de Música do Estado de São Paulo, preparadora vocal do Coral Jovem do Estado e professora da Oficina de Música Barroca da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Jairo Wilkens, clarinete
Estudou no Conservatório Carlos Gomes (Belém – PA) nas classes dos professores Jindrich Sidla (República Tcheca) e Oleg Andryeyev (Rússia). Bacharel em Clarinete pela EMBAP – Escola de Música e Belas Artes do Paraná (atual UNESPAR/Campus de Curitiba I) na classe do professor Maurício Carneiro, continuando sua formação nos Estados Unidos com os professores Paul Garritson (University of Missouri–Columbia) e Howard Klug (Indiana University – Bloomington). Detentor de 20 prêmios nacionais com solista e camerista. Artista convidado nas convenções internacionais de clarinetistas ClarinetFest 2008, ClarinetFest 2010 e ClarinetFest 2014 promovido pela International Clarinet Association nos EUA.
Ocupa, desde 2012, a posição de solista-especial – assistente de principal e requinta na Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (SP) e em 2017, clarinete principal na Orquestra Sinfônica do Paraná. De 2015 a 2017 foi professor colaborador de clarinete na UNESPAR/Embap e constantemente é professor-recitalista convidado em festivais no Brasil, como o Festival Internacional de Música de Londrina, Oficina de Música de Curitiba, simpósios de clarinetistas de Brasília e de Goiânia. Possui em sua discografia dois cds: “Obras para clarinete e piano” (2013) com a pianista Clenice Ortigara e “Clarinete Solo Brasileiro” (2016) ambos oferecendo um panorama da música brasileira moderna e contemporânea.

Repertório

SPOHR, Louis Sechs deutsche Lieder, Op. 103
(1784-1859) para Soprano, Clarinete e Piano
n° 1 Sei still mein Herz [6’12”]
Poema de Karl Friedrich, Freiherr von Schweitzer
n° 2 Zwiegesang [2’41”]
Poema de Robert Reinick
n° 3 Sehnsucht [4’13”]
Poema de Emanuel von Geibel
n° 4 Wiegenlied [3’16”]
Poema de August Heinrich Hoffmann von Fellersleben
n° 5 Das heimliche Lied [4’58”]
Poema de Ernst Koch
n° 6 Wach auf! [3’12”]
Poema anônimo

SCHUBERT, Franz Der Hirt auf dem Felsen D. 965 [11’50”]
(1797-1828) para Soprano, Clarinete e Piano
Poemas de Wilhelm Müller e Wilhelmine von Chézy

SCHUBERT, Franz Romanze (da ópera de um ato Die Verschworenen) [2’54”]
(1797-1828) para Soprano, Clarinete e Piano

SOUZA LIMA, João de Cantiga [4’13”]
(1898-1982) para Soprano, Clarinete e Piano
Poema de Paulo Bomfim

VILLANI-CÔRTES, Edmundo Vento Serrano [4’02”]
(1930-) para Soprano, Clarinete e Piano
Poema de Francisco Moura Campos

MEHMARI, André 3 Haicas para 3
(1977-) para Soprano, Clarinete e Piano
Poema de Helena Kolody
I. Âmago [3’45”]
II. Voz da Noite [2’22”]
III. Infinita Viagem [2’20”]

Data: 17/08/2018

Horário: 18:30

Local: Auditório Zequinha de Abreu – EMESP Tom Jobim

Largo General Osório, 147, Luz, São Paulo – SP

Entrada: Franca