Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Orquestra Jovem do Estado recebe o pianista Paulo Álvares

25 de março de 2014

Após participar pelo segundo ano consecutivo do festival Música em Trancoso, realizado em março, na Bahia, a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, grupo ligado à EMESP Tom Jobim, volta à capital paulista para um concerto na noite de sábado, 12 de abril, na Sala São Paulo.

Sob a regência de seu diretor musical e regente titular Cláudio Cruz, o grupo formado por 90 bolsistas com idades entre 13 e 26 anos irá tocar com o pianista brasileiro Paulo Álvares, que mora na Alemanha há vinte anos e é reconhecido internacionalmente pelas suas interpretações de música nova. O concerto acontece às 21h e os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Com repertório dos séculos XX e XXI dedicado à música moderna e contemporânea, a Orquestra Jovem do Estado abre o programa com As Três Variações para Orquestra (1959), cuja obra submete todo o seu discurso musical a uma gradativa diluição dos métodos inicialmente estabelecidos. A peça foi escrita pelo compositor brasileiro George Olivier Toni, autor também de Recitativo para piano solo e Estudo para piano (1993), que se aproxima, em parte, de um recitativo instrumental.

A Orquestra Jovem do Estado ainda vai tocar uma composição do mineiro Eduardo Guimarães Álvares. Concerto para piano nº2 "O livro dos seres imaginários" foi escrita para seu irmão, o pianista Paulo Álvares – que participa da execução no concerto – e a obra inspirada no livro homônimo de Jorge Luis Borges apresenta uma sonoridade bastante áspera e moderna, privilegiando a performance do solista.

Para o solista Paulo Álvares, a obra retrata o universo poético de Borges em toda sua estranheza, sua violência atávica e magmática, seu primitivismo moderno revisitado e sua aureolada matéria sonora em fusão. “Este concerto reflete compositores como Revueltas, Villa-Lobos em seu explosivo período inicial, Strawinsky, Varèse, Ligeti e Ives”, destaca.

E para fechar o programa a Sinfonia nº6, do russo Dmitri Shostakovich. Escrita cerca de dois anos após o sucesso da Sinfonia nº 5, a ideia inicial era fazer dela uma homenagem a Lênin, o que não aconteceu. Apesar da estreia bem sucedida, em 1939, a sinfonia foi, mais tarde, considerada “formalista” e banida dos palcos da antiga União Soviética, em 1948.

Será a primeira vez que a Orquestra Jovem do Estado irá tocar com Paulo Álvares e o pianista ressalta o trabalho do grupo da EMESP Tom Jobim. “Recentemente tive a oportunidade de escutar este esplêndido conjunto que se encontra em pleno processo de evolução com buscas ousadas de novos horizontes e perspectivas, estabelecendo-se a nível nacional e internacional como um dos exemplos notórios desta formação. A qualidade de suas interpretações e o arrebatamento de seu ímpeto energético continuam vivos em minha memória”.

A temporada 2014 da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo segue com concertos na capital e no interior de São Paulo, com a participação de solistas de reconhecimento internacional, como a violista norte-americana Jennifer Stumm e o violoncelista francês Marc Coppey, com a regência do maestro convidado George Stelluto. No segundo semestre participa da 45ª edição do Festival de Inverno de Campos do Jordão e em agosto, viaja pelo terceiro ano consecutivo para a Europa, desta vez a convite do Festival de Berlioz, que acontece em La Côte-Saint-André, na região de Lyon, na França.

Até dezembro, o grupo ainda recebe os pianistas japoneses Sae Kojima e Akihiro Sakiya, toca sob a regência do maestro Rafael Payare, que é titular da Orquestra de Ulster – uma das principais do Reino Unido – e com a participação de jovens músicos da rede de ensino venezuelana El Sistema, entre outros concertos.

 Programa:

Cláudio Cruz regente
Paulo Álvares piano

Olivier Toni
Três variações para Orquestra

Eduardo Álvares
Concerto para piano nº2 "O livro dos seres imaginários"

Olivier Toni
Recitativo para piano solo
Estudo para piano

Dmitri Shostakovich
Sinfonia nº6

Serviço:
Orquestra Jovem do Estado com o pianista Paulo Álvares na Sala São Paulo
Data: 12 de abril, sábado
Horário: 21h
Local: Sala São Paulo
Endereço: Praça Júlios Prestes, 16, Luz, São Paulo-SP
Ingressos: R$10 (inteira) e R$5 (meia)
Duração: Aproximadamente 90 minutos
Classificação indicativa: Livre
Capacidade: 1.484 lugares