Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Mark Kosower e Marcelo de la Puebla realizam master classes na EMESP

01 de setembro de 2009

Estudantes tiveram a oportunidade de aprimorar técnica e repertório ao lado dos profissionais

O violoncelista americano Mark Kosower e o violonista chileno Marcelo de la Puebla realizaram master classes na Tom Jobim – Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP), respectivamente nos dias 18 e 21 de agosto, no auditório da unidade Luz. Cerca de 80 estudantes da EMESP e de outras instituições de ensino musical estiveram presentes, entre participantes ativos e alunos ouvintes.

Na terça-feira, 18 de agosto entre 10h e 13h, o violoncelista americano Mark Kosower, membro solista da Orquestra Sinfônica de Bamberg (Alemanha), deu dicas técnicas e interpretativas a cerca de 50 jovens violoncelistas, sendo que quatro participaram diretamente da aula. Estes executaram peças de Johann Sebastian Bach, Johann Christian Bach, Frédéric Chopin e Edouard Lalo e receberam orientações do professor a respeito de postura, respiração, intensidade, uso do arco, pressão nas cordas, andamento, entre outras.

“Os estudantes foram bastante atentos e se mostraram muito interessados em aprender. Individualmente, todos demonstraram talento. Espero que possam deixar essa master class com novas ideias e novas perspectivas. Foi um grande prazer trabalhar com eles”, afirmou Mark Kosower após o término da aula.    

Estudantes de violão selecionados por meio da Tom Jobim – EMESP e do Instituto Cervantes tiveram a oportunidade de aprender sobre o violão erudito com o chileno Marcelo de la Puebla na sexta-feira, dia 21 de agosto das 10h às 13h30. Cinco violonistas interpretaram obras de compositores como Heitor Villa-Lobos, Leo Brower e Alberto Ginastera sob os olhares atentos do professor e de uma plateia composta por cerca de 30 músicos e outros interessados.

Assim como Mark Kosower, o violonista Marcelo de la Puebla procurou acrescentar informações específicas para aprimorar a performance de cada um dos participantes, o que ajudou também aos outros violonistas e ouvintes a perceber diferentes formas de se tocar o violão, com mudanças de intensidade, posição dos braços e da mão, arpejos e dedilhados. De la Puebla, após o final de cada obra, explicou detalhes históricos sobre os compositores e a época em que viveram, facilitando tanto o entendimento do público como a melhor adaptação do violonista ao repertório escolhido.  

A próxima master class da Tom Jobim – EMESP acontecerá na quinta-feira, dia 3 de setembro das 17h30 às 19h20, com a pianista francesa Martine Joste, especializada no ensino da música contemporânea para piano.

Confira a programação completa da Escola