Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Guri Santa Marcelina promove capacitação com professores e colaboradores

21 de julho de 2009

Penúltimo dia de atividades do evento teve palestra, debate, filme e apresentação

A Capacitação de Professores e Colaboradores do Guri Santa Marcelina do mês de julho teve o seu penúltimo dia de atividades na quarta-feira, dia 15. O evento, no qual foram realizadas palestras, workshops, debates, apresentações e a exibição de vídeos e filmes, contribuiu para a motivação e integração dos profissionais envolvidos no programa, promovendo experiências nas quais eles puderam aprender e trocar informações entre si e com outros pedagogos, artistas e personalidades.  

Na manhã do dia 15 de julho, no auditório da Faculdade Santa Marcelina, no bairro de Perdizes, em São Paulo, foi realizada palestra com a participação de Yara Caznok, consultora do Guri Santa Marcelina, Giuliana Frozoni, gestora, Marta Bruno, coordenadora social, e Ricardo Appezzato e Valéria Zeidan, coordenadores pedagógicos. Eles fizeram um balanço do primeiro ano de atuação do programa por meio de um comparativo entre os dados de 2008 e 2009.

Após a palestra foi exibido o filme “Pro dia nascer feliz”, do diretor João Jardim, que aborda assuntos relativos ao ensino fundamental e médio no Brasil. O documentário mostra depoimentos de estudantes, diretores e professores de escolas públicas e privadas de São Paulo, Pernambuco e Rio de Janeiro, que traçam um perfil realista dos desafios enfrentados em cada região e nas diferentes esferas sociais.

No debate que aconteceu em seguida, no qual permaneciam vivas as impressões deixadas pelo filme, os professores, assistentes sociais e demais colaboradores fizeram um paralelo entre as realidades apresentadas no documentário e aquelas de seus cotidianos junto ao Guri Santa Marcelina. Segundo as assistentes sociais dos polos dos CEUs Navegantes e São Rafael, Gilcelia Reis e Cyntia Soares, o programa oferece oportunidades para crianças e jovens, muitas vezes habitantes de regiões com altos índices de vulnerabilidade social, de crescimento não somente no campo da música, mas também como cidadãos.

A professora de piano, pianista correpetidora Luciana Manhães, apontou a qualidade do ensino promovido pelo Guri Santa Marcelina e a infra-estrutura do programa. “O que mais me chamou a atenção em comparação ao filme, foi a força da Instituição na qual trabalhamos. Os professores de todas as escolas do Brasil deveriam se sentir respaldados como nós no sentimos. Isso interfere diretamente naquilo que é oferecido em sala de aula”, afirma Luciana.

O dia foi encerrado com a apresentação “Doutor Plástico”, do músico João Carlos Dalgalarrondo. Por meio da utilização de instrumentos fabricados por ele mesmo em plástico e materiais recicláveis, o artista realiza um questionamento sobre o uso deste material, seu reaproveitamento e levanta questões relativas ao meio-ambiente, sustentabilidade e ecologia. No dia 16 de julho, Dalgalarrondo ministrou um workshop para os professores de teoria, e dos cursos modular e de iniciação do Guri Santa Marcelina.