Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Festival de Campos do Jordão divulga lista com os bolsistas aprovados

06 de maio de 2010

A coordenação do 41º Festival de Inverno de Campos do Jordão divulgou a lista de nomes dos bolsistas aprovados. As matrículas vão até o dia 21 de maio

Foram mais de mil candidatos a bolsistas para participar do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Desse total, foram selecionados 146 jovens, entre 14 e 28 anos, que têm até o próximo dia 21 de maio para fazer sua matrícula pelo site do Festival [veja aqui os nomes aprovados].

Durante as audições, que ocorreram nos dias 9, 10 e 11 de abril, a Tom Jobim EMESP ficou bastante movimentada, com candidatos vindos de cidades do interior como Tatuí, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e Campos do Jordão, além de São Paulo e de várias capitais do país como Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro e Florianópolis.

Daniel de Souza, 22 anos, morador do Rio de Janeiro e estudante de trompa na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) teve seu nome aprovado entre os bolsistas. Para ele, é bom poder participar do Festival pela primeira vez. “Os professores são top, do primeiro time, e a gente vai poder conhecer gente de fora e trocar experiências.” Paula Pires, 21 anos, de São Paulo, estudante de clarinete da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que participou do Festival no ano passado, também aprovada, concorda com Daniel. “Acho o melhor festival de todos, o clima é gostoso, os professores são incríveis, tem um nível muito alto, e estudar lá é uma sensação muito boa”, comenta.

Para Diego Silva [foto], 26 anos, que estuda viola no Rio de Janeiro e tem seu nome entre os aprovados, participar do Festival como bolsista é a realização de um sonho. “Sempre tive vontade, mas nunca oportunidade. Trabalho muito e agora faço o bacharelado na Federal do Rio [UFRJ], então estar lá é uma oportunidade de concentrar o estudo”.

Além dos pleiteantes, quase uma centena de professores formaram as bancas das audições. Vários elogiaram a qualidade dos candidatos. Nelson Rios, professor de violino e integrante do Quarteto da Cidade de São Paulo, destacou a grande quantidade de candidatos. “Foram 140 para 30 vagas. Recebemos CDs de diversas localidades do Brasil e do exterior. Teve uma canadense muito boa e vários candidatos da Argentina, além de um do Havai. Mas foi tudo tranquilo, o nível estava bom, vamos formar um bom time”.

Para Renato Bandel, coordenador artístico-pedagógico do Festival e da Tom Jobim EMESP as bancas estavam bastante exigentes e os candidatos corresponderam. “No violão tínhamos 16 vagas e foi difícil a seleção porque eram mais de 16 bons candidatos. O cello, também, eram dez vagas e os bons candidatos ultrapassavam o número de vagas”, lembra. 

Segundo Renato, o corpo docente é que atrai os alunos. “Nesta edição teremos professores do nível do primeiro contrabaixo da Orquestra de Viena ou de professores do Conservatório de Paris e da Escola Superior de Música de Colônia”.

Vagas remanescentes

Para completar as 170 vagas disponíveis e para selecionar suplências remanescentes, a coordenação do Festival reabriu as inscrições entre os dias 26 de abril e 7 de maio, com provas marcadas para o dia  23 de maio, também na Tom Jobim EMESP.  Mais informações sobre os bolsistas e a organização do maior evento de música erudita da America Latina, acesse www.festivalcamposdojordao.org.br.