Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Encontro sobre Violência Doméstica no CEU Campo Limpo

30 de maio de 2009

O polo recebeu importantes profissionais para discutir o tema

Dr. Caio Franklin de Morais, Aline Rocha, Sheila Pauli Hsu e Marta BrunoNo dia seguinte ao Dia de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes (18 de maio), aconteceu o 1º Encontro sobre Violência Doméstica no teatro do CEU Campo Limpo. O evento foi realizado pelo Serviço Social do programa Guri Santa Marcelina e teve como objetivo sensibilizar os pais e a comunidade em geral, para situações de violência e abuso que possam estar sofrendo crianças e adolescentes próximos de seu convívio, além da prevenção de tais situações.

Fizeram parte da plateia alunos de direito da Uniban, representantes da AMA Pirajussara, da UBS Arrastão e da APAE; alunos da EMEF do CEU Campo Limpo, das E.E. Nair Hiroko e Dib Audi, a Coordenadora Pedagógica da EMEF, a gestora e a coordenadora de cultura do CEU Campo Limpo, pais e familiares de alunos e a comunidade em geral.

O encontro foi iniciado com a apresentação do coral do polo Campo Limpo, sob a regência da professora Aline Sardão. Em seguida, a assistente social do polo, Aline Rocha, apresentou os palestrantes do dia e reforçou os objetivos do evento: “Decidimos utilizar o nome encontro porque reflete o conceito de proximidade que queremos transmitir. Principalmente para adquirir conhecimentos que possibilitarão a construção de uma sociedade melhor”.

A primeira palestrante foi Marta Bruno, Coordenadora da Área Social do Guri Santa Marcelina, que chamou a atenção de todos para a importância de estarem reunidos, discutindo um assunto de importância fundamental para a nossa sociedade. “Ao mesmo tempo em que estamos aqui, muitas crianças em outros lugares estão sofrendo algum tipo de violência”, afirmou. Marta ressaltou a importância de prestarmos a atenção no que acontece a nossa volta e de não cometermos um dos maiores crimes que é o silêncio: “Denunciem, nunca se omitam, pois o problema também é nosso”.

Em seguida, o Dr. Caio Franklin de Morais, advogado orientador da Uniban e especialista em direito processual civil, iniciou sua palestra traçando um paralelo entre a situação da mulher anos atrás, quando a lei permitia que os homens as castigassem, e nos dias de hoje, em que na teoria homens e mulheres são iguais perante a lei, o que nem sempre condiz com a prática. O foco na figura feminina é importante, pois, em muitos casos, a mãe pode vir a ser conivente com situações de abuso sofridas por seus filhos, por isso a necessidade da informação. É necessário saber como e onde pedir ajuda.

A última palestra foi ministrada pela psicóloga da Rede Criança de Combate a Violência Doméstica e especialista em violência sexual, Sheila Pauli Hsu. A psicóloga falou sobre os tipos de violência, suas consequências e quais alternativas podem ser utilizadas para evitá-las. Também reforçou a importância da presença de jovens na plateia, que serão os futuros papais e mamães: “Vocês estão aqui para receber informação e serem multiplicadores desses conhecimentos”.

Sheila encerrou sua exposição, informando o número do Disque Denúncia, da Polícia Federal, para casos de violência sexual. O número é 100.

Para a gestora do CEU, Mary Mandina, o encontro “foi fantástico, extremamente importante para as famílias. Com certeza os jovens foram atingidos de alguma forma”.

Aline fez o encerramento agradecendo a presença de todos, ressaltando que mais encontros como esse serão realizados futuramente.

Confira a galeria de fotos do evento.