Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Coral Jovem apresenta obra inédita em concertos de setembro

29 de agosto de 2017

No próximo fim de semana, entre os dias 1º e 3 de setembro, o Coral Jovem do Estado de São Paulo vai interpretar obras fundamentais da literatura coral erudita, de compositores como Benedetto Marcello e José Maurício Nunes Garcia, até contemporâneos como Eric Witacre e Gilberto Mendes, passando por Heitor Villa-Lobos e Anton Bruckner. Sob a regência de Tiago Pinheiro e preparação vocal de Marilia Vargas, o grupo realiza concertos gratuitos na Sala São Paulo, no CEU Navegantes e no Teatro Santos Dumont, em São Caetano do Sul, entre os dias 1º e 3 de setembro, com a participação do baterista e percussionista Roberto Angerosa.

O repertório do programa de setembro traz ainda uma obra inédita escrita pelo compositor e professor da EMESP Tom Jobim, Rodrigo Lima. Profissão de febre para coro misto nasceu a partir de um convite do regente Tiago Pinheiro. O professor conta que a ideia inicial era uma composição com textos dos evangelhos apócrifos, mais especificamente o evangelho de Tomé, mas ao se deparar com o poema Profissão de febre de Paulo Leminski, ficou instigado pela força da poesia e, sobretudo, por sua natureza provocativa. “É quase um grito de que não resignemos diante do soco de realidade”, afirma o compositor. Para Tiago Pinheiro, que também se encantou pelas palavras de Leminski, “o poema tem a potência de reunir o agnóstico ao lugar sagrado da simplicidade”.

Rodrigo Lima incorporou o poema à sua rotina diária durante o processo de composição da obra; lia o poema em casa, no ônibus, no trem e pelas ruas no ritmo de seus passos. “Eu queria, desde o início, que algum tipo de estrutura fosse revelada pelo próprio poema para que pudesse ser a conexão entre a música e o texto de Leminski”, explica. O resultado foi o nascimento de uma estrutura rítmica semelhante a uma “ladainha” de carpideiras. Segundo o compositor, “a ideia é criar uma atmosfera introspectiva que envolva o público no imaginário que cada palavra do poema possa suscitar”.

Ensaio do Coral Jovem do Estado com o regente Tiago Pinheiro e o compositor Rodrigo Lima