Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Concerto de 30 anos do Coral Jovem lota a Paróquia São Luis Gonzaga no último dia 8

14 de dezembro de 2009

Evento reuniu 800 pessoas e marcou o lançamento do livro sobre o grupo

Na noite de terça-feira, dia 8 de dezembro, a Paróquia São Luis Gonzaga foi o palco do concerto comemorativo dos 30 anos do Coral Jovem do Estado. O evento reuniu atuais coralistas e também ex-membros do grupo e contou com o lançamento do livro Coral Jovem do Estado, 30 anos, escrito por Roberto Guimarães e lançado pela Editora da Santa Marcelina Cultura. O espetáculo contou com a regência de Naomi Munakata e também teve a participação do ex-regente José Ferraz de Toledo, além dos cantores profissionais e dos ex-coralistas Natália Áurea, Anderson Luiz de Souza, Tábita Coimbra Iwamoto, Israel Mascarenhas, Flávia Kele, Martha Herr, Heloísa Junqueira, além do Coro Juvenil da Osesp e da Orquestra Engenho Barroco.

As mais de 800 pessoas que lotaram a igreja puderam conferir um repertório com obras de Marc-Antoine Charpentier, Vivaldi e Häendel. A regente Naomi Munakata convidou antigos coralistas que estivessem na plateia para se juntar ao coro e todos cantaram juntos a peça Hallelujah, de Häendel, sob a batuta do ex-regente José Ferraz de Toledo . “Foi maravilhoso participar deste concerto. Poucas vezes vi pessoas tão distintas se unindo para fazer música do mais alto nível. Várias gerações estão aqui e representam estes 30 anos do Coral”, declarou Carlos Alberto Júnior, cantor de 19 anos, parte do naipe dos baixos do Coral Jovem.

   

Após o concerto, a plateia foi convidada para o lançamento do livro Coral Jovem, 30 anos. No final da festa, Naomi resumiu o espírito da noite: “O que vale é a emoção”, finalizou.  

Livro Coral Jovem do Estado, 30 anos

Primeiro lançamento da Editora da Santa Marcelina Cultura, o livro conta a história das três décadas do Coral Jovem do Estado, conta com pesquisa e depoimentos dos principais personagens que construíram a trajetória do grupo. Formado após o Festival de Inverno de Campos do Jordão de 1979, o Coral do Estado de São Paulo, denominação inicial do atual Coral Jovem do Estado, teve como primeiro regente o maestro Bruno Wysuj. O concerto inaugural do Coral foi realizado no Teatro Municipal de São Paulo em 19 de dezembro de 1979, com a ópera Ahmal e os visitantes da noite, de Gian Carlo Menotti (1911-2007). Ao longo de 30 anos de existência, o Coral Jovem do Estado passou por diversas fases, com destaque para os períodos em que foi regido por Martha Herr (1984-1987) e José Ferraz de Toledo (1988-2004). Em ordem cronológica, foram regentes do Coral Jovem do Estado: Bruno Wysuj, Oswaldo Sperandio, Jonas Christensen, Diogo Pacheco, Vitor Gabriel, Marcos Leite, Daltson Takeuti e Dagoberto Feliz (período em que o Coral teve dois regentes titulares), Martha Herr, José Ferraz de Toledo e Naomi Munakata.