Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Banda Sinfônica Jovem do Estado retorna ao Theatro São Pedro neste sábado

27 de agosto de 2014

A Banda Sinfônica Jovem do Estado, grupo ligado à EMESP Tom Jobim, se apresenta neste sábado, 30 de agosto, às 20 horas, no Theatro São Pedro, com entrada gratuita.

Sob a regência da maestrina titular Mônica Giardini e participação do solista Ricardo Camargo (eufônio) – com passagem pelo grupo da EMESP Tom Jobim e atualmente integrante da Banda Sinfônica do Estado –, o grupo apresenta obras dos compositores americanos Alfred Reed (The Hounds of Spring), Robert W. Smith (Wilson Suíte) e Vittorio Giannini (Sinfonia nº 3 para Banda), e também do brasileiro Paulo Zuben (Guararavacã).

 

O repertório traz peças modernas, festivas e melodiosas, e também uma obra que transita entre o clássico e o romântico, como a peça de repertório escrita por Giannini e considerada de difícil execução. Descendente de família italiana, Vittorio Giannini foi um dos precursores para o surgimento de banda sinfônica, nos anos 1950, e está entre os principais professores de orquestração dos Estados Unidos.

 

Programa

Alfred Reed – The Hounds of Spring

Paulo Zuben – Guararavacã

Robert W. Smith – Wilson Suíte | Eufônio: Ricardo Camargo

Vittorio Giannini – Sinfonia nº 3 para Banda

 

Serviço

Banda Sinfônica Jovem do Estado no Theatro São Pedro

Regente: Mônica Giardini

Data: 30 de agosto, sábado

Horário: 20h

Local: Theatro São Pedro

Endereço: Rua Doutor Albuquerque Lins, 207, Barra Funda, São Paulo-SP

Entrada gratuita – retirada de ingressos na bilheteria com 1 hora de antecedência ao início do espetáculo 

 

Mônica Giardini – regente titular e diretora musical

Doutora e mestre em musicologia pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), com formação em piano, e bacharel em violão e Pedagogia Plena. Estudou regência orquestral e de Banda com os maestros Osvaldo Lupi, Willian Nichols, Roberto Farias, Alceo Bocchino, Fábio Mechetti, Roberto Duarte, Aylton Escobar, Eleazar de Carvalho e Juan Serrano do qual foi assistente na Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo de 1988 a 1990. Recebeu o troféu Mulher em Sol Maior, em 1999, o Prêmio Mulheres no Mercado, em 2004, e o Prêmio Excelência Mulher 2011 concedido pela CIESP. Participou como regente de diversas conferências e congressos de Bandas Sinfônicas no Brasil, África do Sul e Argentina, é regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, regente adjunta e assistente de direção artística da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, e atua como clinician (professora e conferencista) do Sopro Novo Bandas, da Yamaha do Brasil, tendo escrito e publicado o Caderno de Regência da coleção deste projeto.

 

Banda Sinfônica Jovem do Estado

A Banda Sinfônica Jovem do Estado foi criada em 1993, sob a regência de Mônica Giardini. Em 20 anos de atividades, tem executado composições originais para Banda Sinfônica, arranjos de autores consagrados da música erudita e obras do repertório popular. Formado por alunos da Escola de Música do Estado de São Paulo– Tom Jobim (EMESP Tom Jobim), o grupo participa de importantes eventos na capital e no interior do Estado, com atuações em óperas, poemas sinfônicos e em obras como a primeira audição da ópera Treemonisha, de Scott Joplin, e Paulistana – Retrato de uma Cidade, de Billy Blanco. Entre os convidados que recebe, estão artistas como o maestro húngaro Laszlo Marosi e solistas como Hector Costita, Raul de Souza, Isaías e seus Chorões e Naná Vasconcelos.