Santa Marcelina Cultura

MENU

NOTÍCIAS

Banda Sinfônica Jovem do Estado faz concertos neste fim de semana

28 de maio de 2014

A Banda Sinfônica Jovem do Estado, grupo ligado à EMESP Tom Jobim, escola do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura, gerida pela organização social Santa Marcelina Cultura, se apresenta neste fim de semana em São Paulo e Santos. Sob a regência da maestrina titular Mônica Giardini, o grupo se apresenta no sábado, 31, às 16h, no Grande Auditório do MASP e a entrada é gratuita. Com o mesmo repertório, que traz obras de James Barnes, Philip Sparke, Johan de Meij e do compositor brasileiro João Victor Bota, a Banda Sinfônica Jovem faz concerto no dia 1º no Sesc Santos. Os ingressos custam R$ 10,00.

 

Programa

 

James Barnes                
Golden Festival Overture

 

Philip Sparke
Music Of The Spheres

 

João Victor Bota
A Estranha Dança do Inseto Eletrônico

 

Johan de Meij
Dutch Masters
The Night Watch – Rembrandt van Rijn
The Love Letter – Johannes Vermeer
Prince’s Day – Jan Steen 
 

 

Alfred Reed
A Springtime Celebration

 

Serviço:
Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo no MASP
Regente: Mônica Giardini
Data: 31 de maio, sábado
Horário: 16h
Local: Grande Auditório do MASP
Endereço: Avenida Paulista, 1578, Bela Vista
Entrada gratuita

 

Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo no Sesc Santos
Data: 1 de junho, domingo
Horário: 18h
Local: Sesc Santos
Endereço: Av. Conselheiro Nébias, 136 – Aparecida, Santos-SP
Ingressos: R$10, R$5 (usuário Sesc) e R$ 2 (comerciário matriculado Sesc)
 

 

Mônica Giardini – regente titular e diretora musical
Doutora e mestre em musicologia pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), com formação em piano, e bacharel em violão e Pedagogia Plena. Estudou regência orquestral e de Banda com os maestros Osvaldo Lupi, Willian Nichols, Roberto Farias, Alceo Bocchino, Fábio Mechetti, Roberto Duarte, Aylton Escobar, Eleazar de Carvalho e Juan Serrano do qual foi assistente na Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo de 1988 a 1990. Recebeu o troféu Mulher em Sol Maior, em 1999, o Prêmio Mulheres no Mercado, em 2004, e o Prêmio Excelência Mulher 2011 concedido pela CIESP. Participou como regente de diversas conferências e congressos de Bandas Sinfônicas no Brasil, África do Sul e Argentina, é regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, regente adjunta e assistente de direção artística da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, e atua como clinician (professora e conferencista) do Sopro Novo Bandas, da Yamaha do Brasil, tendo escrito e publicado o Caderno de Regência da coleção deste projeto.

 

Banda Sinfônica Jovem do Estado
A Banda Sinfônica Jovem do Estado foi criada em 1993, sob a regência de Mônica Giardini. Em 20 anos de atividades, tem executado composições originais para Banda Sinfônica, arranjos de autores consagrados da música erudita e obras do repertório popular. Formado por alunos da Escola de Música do Estado de São Paulo– Tom Jobim (EMESP Tom Jobim), o grupo participa de importantes eventos na capital e no interior do Estado, com atuações em óperas, poemas sinfônicos e em obras como a primeira audição da ópera Treemonisha, de Scott Joplin, e Paulistana – Retrato de uma Cidade, de Billy Blanco. Entre os convidados que recebe, estão artistas como o maestro húngaro Laszlo Marosi e solistas como Hector Costita, Raul de Souza, Isaías e seus Chorões e Naná Vasconcelos. A Banda é um dos grupos de difusão e formação musical da EMESP Tom Jobim, escola do Governo de São Paulo administrada pela Santa Marcelina Cultura.

Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim
Com mais de 20 anos de atuação, a Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim) tem como objetivo a formação dos futuros profissionais da música erudita e popular. Com um corpo docente altamente qualificado, a EMESP vem construindo um projeto pedagógico inovador, com foco no ensino de instrumento, no convívio dos alunos com grandes mestres e nas práticas coletivas (música de câmara e prática de conjunto), além de disciplinas teóricas de apoio. Em constante diálogo com as principais instituições de formação musical do Brasil e do mundo, a EMESP oferece a cada ano centenas de shows, concertos, workshops e master classes. A EMESP Tom Jobim tem em sua estrutura pedagógica a Orquestra Jovem do Estado, Banda Sinfônica Jovem do Estado, Coral Jovem do Estado e Orquestra Jovem Tom Jobim, que oferecem bolsas para alunos da Escola em fase de pré-profissionalização. Outros cursos avançados como o Ópera Estúdio e o Núcleo de Música Antiga são referência nacional. Em 2010, a Escola estreou seu grupo residente de professores, a Camerata Aberta, dedicada ao repertório contemporâneo e ao ensino de técnicas instrumentais avançadas. O Grupo ganhou o prêmio APCA 2010 de música contemporânea pelo pioneirismo e excelência do trabalho realizado ao longo do ano. Em 2012, lançou seu primeiro CD, Espelho d’Água, pelo Selo SESC, que venceu o Prêmio Bravo! na categoria Melhor CD de Música Erudita. A EMESP Tom Jobim é uma escola do Governo de São Paulo gerida em parceria com a Santa Marcelina Cultura, Organização Social ligada à Secretaria de Estado da Cultura