Santa Marcelina Cultura

MENU

Orquestra Jovem do Estado na Sala São Paulo

O maestro estoniano Arvo Volmer é o regente convidado do programa de agosto da Orquestra Jovem do Estado. Aclamado por sua regência em óperas e concertos, Volmer comanda o grupo nas obras O Carnaval Romano, de Hector Berlioz (1803-1869), Sinfonia Requiem, de Benjamin Britten (1913-1976); e Sinfonia nº 3, de Johannes Brahms (1833-1897).

 

Orquestra Jovem do Estado

Referência tanto por seu bem-sucedido plano pedagógico quanto por sua cuidadosa curadoria artística, a Orquestra Jovem do Estado é sinônimo de excelência musical no Brasil. Desde sua reformulação, em 2012, a Orquestra passou a ter uma exigente programação artística aliada a um novo plano pedagógico elaborado pela Santa Marcelina Cultura, o que ocasionou um expressivo salto de qualidade do grupo. A Santa Marcelina Cultura convidou Claudio Cruz em 2012 para assumir a direção musical e a regência principal da Orquestra, que hoje apresenta uma marcante identidade sonora, com uma forte coesão interna que permite a construção de repertórios cada vez mais desafiadores técnica e estilisticamente. Esse resultado é fruto também da abrangência das atividades pedagógicas propostas, que formam e inspiram os jovens instrumentistas. Ciente da importância da vivência internacional para a formação dos jovens músicos, a Orquestra realiza regularmente turnês no exterior. Com atuações elogiadas pelo público e crítica internacional, o grupo já se apresentou em importantes salas de concerto, como o Lincoln Center, em Nova York, o Kennedy Center, em Washington e a Konzerthaus, em Berlim – além de ter participado como orquestra residente do Festival Berlioz, na cidade natal do compositor francês, La Côte-Saint-André, interpretando a “Sinfonia Fantástica”.

Repertório

Hector Berlioz (1803 -1869)
O Carnaval Romano, Op.9 – Abertura
[9 min]

Benjamin Britten (1913-1976)
Sinfonia Requiem, Op.20
I. Adagio molto – Allegro con brio
II. Andante cantábile – con moto
III. Menuetto – Allegro molto e vivace
IV. Finale – Adagio, allegro molto e vivace
[22 min]

Johannes Brahms (1833-1897)
Sinfonia nº 3 em Fá maior, Op.90
I. Allegro con brio
II. Andante
III. Poco allegretto
IV. Allegro
[37 min]

Sobre o(a) regente

Arvo Volmer (Estônia), regente convidado
Arvo Volmer é um regente estoniano amplamente aclamado por suas performances, tanto em óperas quanto em concertos. Particularmente bem conhecido por suas interpretações de Gustav Mahler, Jean Sibelius e de música contemporânea. Diretor musical da Orquestra Haydn, Volmer lidera a orquestra em concertos em toda a Itália. Outros destaques de sua carreira incluem o relacionamento contínuo e intenso com a Osesp, e apresentações com as Orquestras Filarmônicas de Varsóvia e de Nápoles. Volmer tem se apresentado em importante teatros e casas de ópera ao redor do mundo. Em agosto de 2019, teve seu contrato renovado como diretor artístico e maestro titular da Ópera Nacional da Estônia. Arvo Volmer se formou na classe de regência do Conservatório de São Petersburgo e em 1989 foi o vencedor do concurso Nikolai Malko, em Copenhague.

Data: 15/08/2020

Horário: 21:00

Local: Sala São Paulo

Endereço: Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos, São Paulo – SP, 01218-020
Telefone: (11) 3367-9500

Entrada: Paga

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia)

Compre o ingresso online