Santa Marcelina Cultura

MENU

Oficina Percepção para Improvisação com Léa Freire

No dia 23 de abril, às 14h30, a flautista Léa Freire apresentará a oficina “Percepção para Improvisação” no auditório da EMESP Tom Jobim. A atividade gratuita e aberta ao público abordará exercícios e práticas de percepção musical com vistas para a improvisação.

Léa Freire trabalha com meios tons e ritmos variados, experiências musicais com grupo e individuais, uso do ouvido interno para descobrir as notas das melodias, aprender a ouvir o outro emitindo sons distintos. E humor pra perder o medo de errar.

Flautista, pianista e compositora, Léa Freire começou seus estudos de música ao piano, através do qual pôde conhecer de maneira profunda a obra de grandes compositores, brasileiros e estrangeiros. Como flautista, participou de projetos dos mais variados gêneros musicais, desde grupos de choro até grupos ligados à canção. Léa cantou em coral por mais de quinze anos. Lançou seu primeiro CD, “Ninhal”, em dezembro de 1997. Em 1998, gravou o CD “Quinteto”, em Nova York.

Em 2005,  lançou os CDs “Antologia da Canção Brasileira” (vol. 1 e 2),  em parceria com o trombonista Bocato, pelos quais recebeu cinco indicações de melhor álbum e melhor show do ano, pela crítica especializada. Em 2006,  realizou turnê pela Europa e pelo Brasil com Thomas Clausen, pianista dinamarquês de renome internacional, que resultou no álbum “Water Bikes”. Em maio de 2007,  lançou o CD “Cartas Brasileiras”,  projeto com viés sinfônico que, além de arranjos originais de Léa, contou com os arranjadores Gil Jardim, Nailor Proveta Azevedo, Mozar Terra, Luca Raele e Tiago Costa.

Léa é idealizadora e integrante do quinteto Vento em Madeira, que desde 2011, ao lado dos músicos Tiago Costa, Fernando Demarco, Teco Cardoso e Edu Ribeiro, lançou três álbuns (“Vento em Madeira”,  “Brasiliana” e “Arraial”). Em 2013, Léa produziu o disco “Amilton Godoy e a Música de Léa Freire”, álbum de piano solo, interpretado por Amilton Godoy. Este projeto resultou no disco “A Mil Tons”, de 2017, com composições de Amilton de Godoy, executadas em duo de piano e flauta. O duo vem realizando turnês no exterior em companhia dos músicos Harvey Wainapel e Jane Lenoir. Em 2014, foi lançado o CD “Léa Freire e Orquestra de Sopro de Curitiba”, com arranjos inéditos de suas composições. Tem escrito também arranjos para várias formações (quarteto de cordas, grupos de flautas, etc) para o Brasil e para o exterior.

Léa também tem parcerias com a cantora Joyce. Suas composições têm sido gravadas no Japão, Alemanha, Inglaterra, além do Brasil. Léa é ainda produtora e editora de música. Em 1997, fundou sua própria gravadora, a Maritaca,  que já lançou mais de 50 títulos, entre discos e livros de música.

Data: 23/04/2019

Horário: 14:30

Local: Auditório Zequinha de Abreu – EMESP Tom Jobim

Largo General Osório, 147, Luz, São Paulo – SP

Entrada: Franca