Santa Marcelina Cultura

MENU

Constelações | Música de Câmara

Dando continuidade à série Música de Câmara, o Theatro São Pedro apresenta em novembro um programa bem especial intitulado “Constelações”. Repertório moderno e contemporâneo será executado por musicistas distribuídos entre palco e plateia, e o público vai viver uma experiência astrológica na peça do compositor alemão Karlheinz Stockhausen.

Com proposta pouco convencional, será um espetáculo de música orquestral com performance cênica e iluminação assinada por Aline Santini. No repertório, o grupo de câmara formado por 16 músicos da Orquestra do Theatro São Pedro interpretam obras de influentes compositores dos séculos 20 e 21, como Stockhausen, Pärt, Lindberg e Barber.

Considerada por muitos a mais importante obra de Stockhausen, a peça Tierkreis, Doze melodias para zodíaco, nº 41 ½, será executada por partes entre as outras obras do repertório. Ao todo são doze melodias e cada uma será interpretada por um instrumento diferente, onde os solistas vão interagir com o público de maneira próxima e despojada. As performances cênicas acontecem no interlúdio das peças.

Completam o programa as peças Fratres, do estoniano Arvo Pärt; Ablauf, do pianista e compositor finlandês Magnus Lindberg; e o Adagio para cordas na versão para quarteto, do norte-americano Samuel Barber.

Na obra de Stockhausen – Tierkreis, palavra alemã para zodíaco – cada ponto da sala do Theatro São Pedro vai representar uma posição do mapa astral do compositor, e cada instrumento um signo da identidade astrológica do músico alemão, combinados com encenação e iluminação. O público vai se sentir em uma verdadeira constelação na sala do Theatro São Pedro.

Considerado um dos grandes compositores do final do século passado, as obras de Stockhausen revolucionaram a percepção de ritmo, melodia e harmonia musical. Sua obra exerceu grande influência no desenvolvimento da música eletrônica das décadas de 1950 e 60, além de inspirar grandes músicos de jazz como Miles Davis, Charles Mingus e Herbie Hancock.

Serão realizadas duas apresentações: no dia 16 de novembro, às 20h, e no dia 17, às 17h. Garanta seu lugar no link theatrosaopedro.byinti.com ou na bilheteria do teatro.

Repertório

KARLHEINZ STOCKHAUSEN
Amour
[13 min]

ARVO PART
Fratres (1977), para harpa e violoncelo
[10 min]

MAGNUS LINDBERG
Ablauf (1983), para clarinete e 2 bumbos
[11 min]

SAMUEL BARBER
Adagio para cordas(1936), para quarteto de cordas
[8 min]

KARLHEINZ STOCKHAUSEN
Tierkreis- Doze melodias para Zodíaco, n.41 ½ (1975), para formações diversas
[25 min]

Ficha Técnica

Aline Santini, iluminação

Músicos da Orquestra do Theatro São Pedro

Renan Gonçalves, violino
Hugo Leonardo Farias, violino
Fabio Schio, viola
Fabrício Rodrigues, violoncelo
Filipe De Castro, flauta e piccolo
Renato Sales, oboé e corne inglês
Daniel Oliveira, clarinetes
Danilo Oliveira Oya, flugelhorn
Sandra Ribeiro, fagote
Isaque Elias, trompa
Fabio Simão, trompetes
Agnaldo Gonçalves, trombone tenor
Maurício Martins, trombone baixo e tuba
Rafaela Lopes, harpa
Rubens De Oliveira, percussão
Carlos Dos Santos, percussão

Data: 17/11/2019

Horário: 17:00

Local: Theatro São Pedro

Rua Barra Funda, 161 – São Paulo/SP

Entrada: Paga

Ingressos: R$20 e R$10 (meia)

Compre o ingresso online