Santa Marcelina Cultura

MENU

Camerata de Violões, Coral Infantil e Coral de Familiares

Um programa especial é apresentado em outubro, reunindo três dos Grupos Infantis e Juvenis do Guri. Nos dias 7 e 8, no Masp Auditório, sobem ao palco juntos a Camerata de Violões Infanto-Juvenil, com regência de Paulo Porto Alegre, o Coral Infantil, com regência de Ana Yara Campos, e o Coral de Familiares, com regência de Lidiana Mincov.

Camerata de Violões Infanto-Juvenil

O violão é um dos instrumentos mais populares do Brasil, e a cultura violonística brasileira é uma das mais ricas do mundo – tanto no universo erudito quanto no popular. A formação da camerata, uma “orquestra de câmara de violões”, corresponde a uma certa tradição de grupos homogêneos, formados por instrumentos da mesma família, mas oferece também um espaço de criatividade e experimentação – pouco usual, a o ensemble trilha o caminho da descoberta de uma identidade, com pesquisas de timbre e exploração de novas e próprias sonoridades. Assim, a Camerata de Violões do Guri atende um objetivo ao mesmo tempo artístico e pedagógico, criando um ambiente em que o aluno aprende e se desenvolve, ao mesmo tempo que constrói uma performance e amadurece sua atuação no palco.

Formada em 2010, a Camerata tem uma história de encomendas de composições, arranjos e transcrições originais. Após anos apurando o repertório, em 2016 lançou o CD Retratos Brasileiros, apenas com obras realizadas especialmente para o grupo. Em 2017, publicou um Caderno de Partituras, que acompanha o álbum e difunde um repertório base para o ensino coletivo do violão.

Coral Infantil

O canto é uma das formas mais antigas de se fazer música, e sua história está intimamente ligada ao desenvolvimento da sociedade e da cultura. No Guri, o ensino e a prática coral é preceito básico da formação musical, e o Coral Infantil, que reúne crianças de 7 a 12 anos, é o conjunto mais jovem de todo o programa. Nele, acontece um caminho de mão dupla: ao mesmo tempo que a criança aprende que música é interpretação e performance, a performance acolhe a propensão natural da criança pela brincadeira, e transforma a experiência musical um processo ao mesmo tempo aprofundado e lúdico, trabalhando de forma integrada música e expressão corporal. Em seu repertório, o Coral Infantil aprende música e história da música, tendo contato com uma ampla gama de composições, que vão desde peças populares brasileiras da Era do Rádio e da MPB, passando pelo folclore popular a arranjos de compositores clássicos e do contemporâneo. Representativo, o grupo já participou de diversos projetos importantes, como o Especial de Fim de ano da TV Cultura (2012), o CD Cantos Novos, com o Coral Juvenil do Guri (2012), e a interpretação de Carmina Burana, na Sala São Paulo, com a Orquestra Jovem do Estado (2015).

Coral de Familiares

Criado para atender os pais dos alunos durante os ensaios dos Grupos Infantis e Juvenis, o Coral de Familiares é um exemplo da interação entre as esferas artística e social da pedagogia do Guri. Ao acompanhar de perto as atividades dos filhos, participar de seu cotidiano, compartilhar suas aspirações, os pais acabam compreendendo e incentivando a formação das crianças e adolescentes. Esse apoio ajuda a fortalecer não apenas o aluno, mas também os vínculos familiares e sociais dos envolvidos.

Apresentando-se sempre junto do Coral Infantil, o Coral de Familiares interpreta arranjos de canções populares e eruditas, com participação de um pianista ou a capella (sem acompanhamento instrumental).

Repertório

Camerata de Violões
JOHANN SEBASTIAN BACH (1685-1750)
Ich ruf zu dir, Herr Jesu Christ
Liebster Jesu, wir sind hier

EGBERTO GISMONTI (1947)
Um Anjo

JOHN LENNON (1940-1980) e PAUL MCCARTNEY (1942)
Eleanor Rigby

PAULO PORTO ALEGRE (1953)
Estudo Minimalista

DANIEL MURRAY (1981)
Trans-Formações 2
[Encomenda feita pelo Guri Santa Marcelina]


Coral Infantil
ROBERT SCHUMANN (1810-1856) e HEINRICH HEINE (1797-1856)
(versão em português de Ana Yara Campos)
Dichterliebe, op. 48
A Primavera em Meu Jardim
A Lágrima que É Triste
Olhai para o Lírio do Campo
O Baile Nupcial
Era uma Vez…

FEDERICO GARCÍA LORCA (1898-1936)
(adapt. Ana Yara Campos/arr. Thales Maestre)
Canciones Españolas Antiguas
Las Morillas de Jaén
La Tarara
Los Cuatro Muleros
Las Tres Hojas

Zorongo
Los Reyes de la Baraja

WALDEMAR HENRIQUE (1905-1995)
(arr. Yara Campos/arr. Thales Maestre)
Cobra Grande
Uirapuru
Minha Terra
Tambá-Tajá

Foi Boto, Sinhá
Boi-Bumbá


Coral de Familiares
TRADICIONAL ZULU
Amavolovolo

HANNAH SZENES (1921-1944) e DAVID ZEHAVI (1910-1977)
Eli, Eli

TRADICIONAL IRLANDESA
An Irish Blessing

JOHN LEAVITT (1956)
Kyrie e Festival Sanctus de Missa Festiva

TRADICIONAL NEGRO SPIRITUAL
Come On, Children, Let’s Sing! (arr. Linda Twine)

CHIQUINHA GONZAGA (1847-1935)
Ô Abre Alas (arr. Roberto Anzai)

LAMARTINE BABO (1904-1963), JOÃO DE BARRO (1907-2006) e ALBERTO RIBEIRO (1920-2002)
Os Cantores do Rádio (arr. Samuel Kerr)

JOÃO DE BARRO (1907-2006) e ALBERTO RIBEIRO (1902-1971)
Tem Gato na Tuba (arr. Samuel Kerr)

VINICIUS DE MORAES (1913-1980) e BADEN POWELL (1937-2000)
Berimbau (arr. Arlindo Teixeira)

JOHN LENNON (1940-1980) e PAUL MCCARTNEY (1942)
Yesterday (arr. Mark Brymer)
She Loves You (arr. Barie Carson Turner)
Blackbird (arr. Jonathan Wikeley)
Let It Be

Sobre o(a) regente

Paulo Porto Alegre, regência
Reconhecido como um dos mais importantes violonistas brasileiros, Paulo Porto Alegre interpreta um repertório único para seu instrumento, indo desde o clássico até seus refinados arranjos de Beatles, George Gershwin, Pat Metheny e Ralph Towner, além de composições próprias e música brasileira. Além de solista, sua atuação como camerista inclui apresentações com grandes intérpretes, como Duo Assad, Cláudio Cruz, Rosana Lamosa e Quarteto Kodály. É membro fundador do Núcleo Hespérides, do Trio Opus 12, e professor titular da EMESP Tom Jobim e da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Ana Yara Campos, regente
Tem formação em música, comunicações sociais, com mestrado em educação. Foi aluna, em especial, de Adriana de Oliveira Ribeiro, Roberto Schnorremberg, e frequentou cursos e festivais de canto coral na Alemanha, Portugal, Itália e EUA. Durante muitos anos, prestou serviços ao Instituto Nacional de Música da Funarte (Projeto Villa-Lobos), Secretarias da Cultura de SP, PR, MG, diversos órgãos artístico-culturais do país, sempre em práticas relacionadas ao canto coral. Em seu trabalho, destaca-se a elaboração de arranjos corais e peças para a educação musical.

Lidiana Mincov, regente
Iniciou seus estudos de piano aos nove anos de idade, e realizou seus estudos na Escola Municipal de Música. Formou-se bacharel em piano pela Faculdade Santa Marcelina, e participou de vários eventos, os quais se destacam o Festival de Inverno de Campos do Jordão. No mesmo período também iniciou sua trajetória na área da educação musical, regência coral e pianista. Participou de atividades internacionais com instituições como a Universidade Butler de Indiana (EUA) e o Sage Gateshead (Inglaterra). Atualmente é supervisora pedagógica das áreas de teoria e iniciação musical do Guri Santa Marcelina.

Data: 08/10/2017

Horário: 15:00

Local: Masp

Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista, São Paulo – SP, 01310-200
Telefone: (11) 3251-5644

Entrada: Franca

#SMC2017SAMPA, #SMC2017INTEGRA